PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – Edição 2020

NOTA DAS COORDENAÇÕES INSTITUCIONAIS DO PIBID E DA RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA

No último dia 30 de abril de 2021 fomos surpreendidos com a publicação do Ofício Circular nº 01/2021-DEB/CAPES, informando que o cadastro de novos bolsistas e de voluntários, nas modalidades de iniciação à docência e de residente, somente será permitido até o dia 10 de maio de 2021.

Embora o referido ofício informe que existe a possibilidade de ocupar as cotas ociosas de iniciação à docência e de residente pelos voluntários já cadastrados, em períodos anteriores, na Plataforma Capes de Educação Básica, é sabido que o número máximo de voluntários que pode ser cadastrado na referida plataforma é de apenas seis alunos por cada núcleo de 24 bolsistas.

Sendo assim, poderemos chegar ao fim do edital dos programas Pibid e RP, em 2022, com poucos licenciandos bolsistas, dada a impossibilidade de substituir aqueles que saírem dos programas por algum motivo (formatura, escolha por outra modalidade de bolsa, tempo máximo de 18 meses nos programas, trancamento de matrícula, desistência do programa, dentre outros).

Cada bolsista não substituído é uma cota perdida, o que agrava ainda mais a crise social que temos enfrentado em nosso país. Vale frisar que tais programas são essenciais para a formação de professoras e professores, principalmente se considerarmos o atual contexto de isolamento social, atividades remotas e acentuada evasão nos cursos de licenciatura e na Educação Básica.

A fim de garantirmos a continuidade do Pibid e do PRP até 2022, precisamos manter a nossa configuração atual. Para tanto, é necessário que haja a prorrogação do prazo estipulado pelo Ofício Circular nº 1/2021-DEB/CAPES porque ele desconsidera e, mesmo, desrespeita, todos os esforços direcionados para a viabilização dos projetos, tais como: contato e interlocuções com secretarias de educação estadual e municipal, contato com os licenciandos e abertura de editais de seleção de bolsistas das diferentes áreas de conhecimento.

Também prejudica as interlocuções com os professores da Educação Básica; a abertura de editais para preceptores e supervisores; e o desenvolvimento das ações junto às escolas, dentre outras atuações que incidem diretamente nas decisões envolvendo aspectos da vida, tanto acadêmica quanto pessoal, de licenciandos e de professores e estudantes da Educação Básica.

Frente a tais implicações, nos mobilizamos e solicitamos o seu apoio e engajamento para reversão imediata do Ofício Circular nº 1/2021-DEB/CAPES. Os programas precisam de garantia de pleno desenvolvimento para sua consolidação, a fim de que se transformem em política de Estado.

 

Você pode demonstrar o seu apoio de diversas formas:

  • Nos ajudando na coleta de assinaturas no abaixo-assinado: chng.it/PJs8cx2T;
  • Apoiando as nossas mobilizações em redes sociais e manifestando-se contra os cortes e a favor da substituição de vagas, compartilhando ações já realizadas;
  • Criando vídeos, mensagens, posts em defesa dos programas e publicar em suas redes sociais com as hastags#FicaPibidRP e #MobilizaPibidRP
  • Solicitando engajamento de pais, mães, vizinhos, colegas em defesa dos programas

 

Ninguém solta a mão de ninguém!!!!! Nenhuma bolsa a menos!!!!

#FicaPibidRP

 #MobilizaPibidRP

_______________________________________________________________________________

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade Federal de Santa Catarina visa contribuir para a criação e fortalecimento de iniciativas formais voltadas à produção de conhecimento sobre ensinar e aprender, e, fundamentalmente, atuar na valorização e potencialização da carreira do magistério.

As experiências de incentivo à pesquisa, implementação de práticas inovadoras e interdisciplinares, e a articulação entre teoria e prática vivenciadas são construídas através de diálogos abertos e com respeito junto às escolas e profissionais da educação com os quais o projeto tem envolvimento.


Últimas Notícias



Ver mais notícias >>